21 fevereiro 2010

O CAOS DA SEGURANÇA NO PARANÁ

SITUAÇÃO EM DELEGACIA DA RMC É DEGRADANTE, DIZ OAB
0

A Delegacia de Pinhais foi vistoriada por representantes do Ministério Público, da Vigilância Sanitária e da OAB. A situação dos presos foi considerada degradante.
A delegacia de Pinhais na Grande Curitiba tem 80 presos, mas tem capacidade de comportar apenas 16. Na semana passada houve um princípio de rebelião. A delegacia tem apenas quatro policiais e dois carcereiros que se revezam no atendimento.
Fonte: CBN Curitiba

A OAB tem toda razão, mas, infelizmente, no resto do estado não é diferente, em Astorga a delegacia que deveria comportar no máximo 16 presos, possui quatro vezes mais, além da fragilidade da estrutura para comportar este número de detentos,tem apenas um carcereiro e dois investigadores. É pertinente o comentário de Edmar Arruda. Precisamos de investimentos emergenciais em segurança e educação. Os governos estaduais e federal não podem continuar alimentando estas áreas apenas com discurso e ações que visem apenas dividendos eleitorais.

Um comentário:

Diniz disse...

Parabéns pelas postagens sobre segurança. De fato a situação no Paraná é de calamidade nesta área, desde a estrutura física, equipamentos e armamento, efetivo e salários de fome.