06 julho 2013

21 novembro 2012

RABINO ACREDITA QUE GUERRA COM GAZA É PRENÚNCIO DA VINDA DO MESSIAS



Profecias do profeta Zacarias contra Gaza são lembradas no contexto da situação atual.
por Jarbas Aragão

  • Rabino acredita que guerra com Gaza é prenúncio da vinda do MessiasRabino acredita que guerra com Gaza é prenúncio da vinda do Messias

    Enquanto um número crescente de israelenses é convocado para se apresentar ao exército e o mundo teme uma invasão de Gaza por terra, Shalom Hammer, rabino-chefe do exército de Israel tenta animar as tropas postando trechos das Escrituras em sua conta do Twitter.
    Um dia após o início dos confrontos, quando os primeiros mísseis partiam para Tel Aviv e Jerusalém, ele postou passagens de Zacarias 12:10, “Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas”. Talvez pela limitação de espaço do Twitter, o rabino só mencionou a primeira parte do versículo.
    Esse texto, para cristãos e judeus messiânicos apontam a vinda do Messias, pois a segunda parte diz: “e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito”. Essa seria uma clara alusão a crucificação que revelaria Yeshua (Jesus) como o Messias.
    O fato de o rabino chefe do exército ter postado esse versículo, segundo o site Israel Today, parece ser especialmente oportuno agora que a tensão da batalha contra Gaza aumenta. O motivo é o verso imediatamente anterior, Zacarias 12:9, que diz: “E acontecerá naquele dia, que procurarei destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém”.
    Dentro do mesmo contexto, os judeus se apoiam na profecia de Zacarias 9:5-6: “Ascalom o verá e temerá; também Gaza, e terá grande dor; igualmente Ecrom; porque a sua esperança será confundida; e o rei de Gaza perecerá, e Ascalom não será habitada. E um bastardo habitará em Asdode, e exterminarei a soberba dos filisteus”.
    Os palestinos de hoje, que ocupam a Faixa de Gaza, dizem ser os descendentes dos filisteus. Traduzido de Israel Today.

    28 outubro 2012

    VOLTA DE JESUS


    Presidente da Sociedade Bíblica Mundial anuncia volta de Jesus entre 2018 e 2028

    Teólogo afirma que pretende provocar um despertamento espiritual dos cristãos diante do cumprimento das profecias.
    por Jarbas Aragão

  • Presidente da Sociedade Bíblica Mundial anuncia volta de Jesus entre 2018 e 2028Presidente da Sociedade Bíblica Mundial anuncia volta de Jesus entre 2018 e 2028
    O doutor F. Kenton Beshore, 86, presidente da Sociedade Bíblica Mundial, anunciou, após uma vida dedicada ao estudo da Bíblia que o Arrebatamento provavelmente ocorrerá antes de 2021, e a segunda vinda de Jesus, entre 2018 e 2028.
    “Há cerca de 144.000 judeus que irão voltar para o Senhor durante a Tribulação”, disse Beshore em um comunicado “Mas todos nós já vamos ter ido (após o arrebatamento)”, completou.
    “Mas se nós colocarmos as escrituras judaicas nas mãos deles agora, o Espírito Santo vai mostrar a verdade na hora certa. Eles podem ficar de fora, mas depois de entendê-las, voltarão para o Senhor e ajudarão a converter bilhões e bilhões de pessoas a Jesus”.
    Por isso, a Sociedade Bíblica Mundial está em campanha para publicar e distribuir cerca de 5 milhões de livretos sobre o messias para ser colocado nas mãos de judeus do mundo todo.
    Seu objetivo com a divulgação desta declaração é, em meio à crise econômica, política e espiritual que vive o mundo moderno, inspirar os crentes a se prepararem para a maior oportunidade de evangelização do mundo nos últimos 2.000 anos.
    Beshore começou seu ministério aos 19 anos, possui cinco doutorados em teologia e lidera a Sociedade Bíblica Mundial, uma organização cristã que já distribuiu cerca de 60 milhões de exemplares da Bíblia em mais de 65 países.
    Essa organização tem como missão atender as necessidades espirituais das pessoas, “produzindo e distribuindo Bíblias impressas, Bíblias em MP3, softwares bíblicos, CD e DVDs, Escrituras judaicas, estudos bíblicos, livros, programa de rádio com alcance mundial (pela Internet), e assim por diante”.
    O doutor Beshore já publicou livro sobre o assunto como “When will the Rapture Take Place” [Quando será o arrebatamento?] e “Millennium, the Apocalypse and Armageddon”. Ele diz que pretende provocar um despertamento espiritual dos cristãos diante do cumprimento dessas profecias. Ele também deseja ensinar as pessoas a estarem preparadas para os próximos eventos anunciados pela Bíblia.
    Para o teólogo, o livro do Apocalipse anuncia que o arrebatamento é um evento futuro, no qual os verdadeiros seguidores de Cristo serão tirados da Terra, embora admita que existam diferentes interpretações sobre quando e como o evento se dará.
    A Segunda Vinda é um momento posterior, quando Jesus Cristo retornará à Terra para cumprir as profecias sobre seu reinado. Também lembra do que é chamado de “Grande Tribulação”, descrita por ele como um período de sete anos, quando Deus punirá aqueles que permanecem na Terra, que estará nas mãos do Anticristo.
    O Dr. Beshore insiste em lembrar que ninguém sabe a data exata em que Jesus vai voltar, mas que na Bíblia existem argumentos para se determinar “tempos e épocas” do cumprimento de profecias.
    Por exemplo, ele lembra que as pessoas que viveram no tempo de Noé, tiveram mais de 100 anos de avisos antes do grande dilúvio. Ló e sua família foram avisados antes da destruição de Sodoma e Gomorra.
    O teólogo afirma que sempre existiu controvérsia sobre anúncios do final dos tempos, mas ele acredita que seus cálculos são plausíveis.
    “Ao longo da história, mestres da Bíblia envelheceram e morreram pregando sobre o arrebatamento iminente, uma palavra não encontrada na Bíblia”, ressalta Beshore. “A palavra iminente implica que o arrebatamento pode acontecer a qualquer dia. A Bíblia não ensina isso. A Bíblia ensina que certos eventos precisam ocorrer antes do arrebatamento. Esse dia não vai chegar antes de ocorrer a grande apostasia e o homem da iniquidade ser revelado”.
    Para chegar à data “entre 2018 e 2028”, ele cita mais de uma dezena de versículos, mas a base do cálculo é o renascimento do Estado de Israel, em 1948.
    • Beshore ressalta que cinco eventos proféticos “fundamentais” já estão ocorrendo hoje em dia: a “queda” ou apostasia da igreja.
    • Aumento do conhecimento.
    • Crescimento do anti-semitismo.
    • Desenvolvimento da tecnologia para a “marca da besta”.
    • Israel ser atacado por uma aliança de nações islâmicas com a Rússia.
    Essa última previsão, descrita em Ezequiel 38 e 39, é especialmente relevante por causa da ameaça de confronto nuclear entre Israel e Irã, um forte aliado da Rússia.
    “Quando essas nações se unirem contra Israel, Deus não apenas derrotará esses exércitos, mas ele mandará fogo sobre a Rússia, o Irã e seus aliados. Vejo isso como uma remoção da presença islâmica no mundo. Portanto, é um grande milagre que fará com que muitos se voltem para o Senhor”, finaliza.
    Traduzido de Christian Post e Christian News Wire

    07 setembro 2012

    BEM AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS

    "Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia." Mateus 5.7

    Quando somos íntimos de Deus, não somos mais justos do que misericordiosos. Muitos são bastante justos, mas não são misericordiosos na mesma proporção. Só conseguiremos combinar justiça com misericórdia se nós conhecermos o coração de Deus. Quanto mais amarmos a Deus, mais amaremos as pessoas.
    O problema da religião é que ela nos faz justos, mas nos tira a misericórdia, e religião sem misericórdia é farisaísmo, é legalismo. Os fariseus eram os mais corretos e justos. Jejuavam 24 horas duas vezes por semana e davam o dízimo de tudo, até do sal que comiam. Eram fiéis em tudo! Mas não adianta nada ser correto no que se faz em nome da religião se junto com isso não houver um coração cheio de misericórdia.
    Eu tenho visto tanta gente que levanta as mãos para "louvar", mas não estende as mesmas mãos para levantar alguém que está caído. Tenho visto tanta gente que aponta o dedo para julgar, mas não abre os braços para acolher. Tenho visto tanta gente pedir o perdão de Deus, mas não perdoam ninguém.
    Precisamos agir com amor e misericórdia em relação às pessoas, chorar por elas, se compadecer, perdoar! Há uma frase que expressa uma grande verdade: "Parecemos animais quando matamos, parecemos homens quando julgamos, parecemos Deus quando perdoamos". Os parecidos com Deus têm um coração perdoador.
    Agir com misericórdia é olhar para o outro que não tem a mesma luz que temos, nos colocarmos no lugar dele, e dizer: "Senhor, tem misericórdia dele como tiveste por mim""Senhor, dê mais uma oportunidade a ele, e me use como um instrumento para abençoá-lo". Quando se serve a Deus, ajudar ao próximo não é um fardo, é uma honra! Existem alguns que se vangloriam dizendo: "Glória a Deus porque eu não sou como esta pessoa". Isso é arrogância, falta de amor, de compaixão e misericórdia!
    O profeta Jeremias é conhecido na Bíblia como o profeta chorão. Foi o profeta que mais chorou. Ele profetizava nas esquinas e chorava dizendo: "Voltem, voltem para o Senhor que os ama!". Por isso, uma lição que podemos aprender é que toda "profecia dura" que não está acompanhada de lágrimas não vêm de Deus. Muitos profetizam duramente para os outros, mas não há lágrimas nem compaixão.
    Precisamos ser mais misericordiosos com nossos pais, com os amigos, com os irmãos, na igreja, no ministério, com os familiares, com os filhos, com os colegas de trabalho, com o perdido. A língua afiada e o olhar que destrói não vêm de Deus. O nosso Pai sempre nos olha com um olhar de amor, compaixão e misericórdia. As mãos de Deus não são ásperas e nem seu abraço nos esmaga.
    Se alguém anda procurando uma religião para seguir, eu creio que o amor é a única religião que o mundo está precisando.
    Deus abençoe!



    Ronaldo Bezerra
    (Para falar com o Ronaldo envie um email para ronaldo_bezerra@hotmail.com)

    28 agosto 2012

    ONG LANÇA ESPADA SOBRE COREIA DO NORTE!


    “Chuva de Bíblias” no céu da Coreia do Norte

    Projeto missionário utiliza estratégia pouco convencional
  • por Jarbas Aragão

    “Chuva de Bíblias” no céu da Coreia do Norte“Chuva de Bíblias” no céu da Coreia do Norte
    No dia 19 de julho, uma equipe de missionários se reuniu perto de Paju, Coreia do Sul, para lançar 30 balões de gás carregados de Novos Testamentos, folhetos com versículos bíblicos e outras  mensagens cristãs para a Coreia do Norte. Tendo analisado as condições favoráveis do clima e um vento que soprava forte na direção desejada, os balões foram diretamente para o norte alcançando aquele país isolado.
    “O evangelho é a boa notícia que irá salvar os galhos secos na Coreia do Norte, como uma chuva de boas-vindas”, exclamou um dos missionários  durante uma oração feita antes do lançamento. A equipe responsável pelo envio era composta de missionários, voluntários, estudantes universitários e cristãos que têm parentes vivendo na Coreia do Norte.
    Soldados sul-coreanos visitaram o local de lançamento, como de costume, mas em menor número do que no ano passado. Apesar do clima favorável, desta vez apenas 10 dos 30 balões preparados alçaram voo. O motivo foram problemas com o combustível a base de hidrogênio. Mesmo assim, a equipe orou antes do lançamento agradecendo por que foram enviadas 1.000 Bíblias e 90.000 folhetos.
    “Estes homens e mulheres mostram uma paixão pelo lançamento de balões, pois sabem que a Palavra de Deus é enviada nesses balões por suas mãos”, escreveu um membro da Missão A Voz dos Mártires. ”Embora eles não possam entrar na Coreia do Norte, estes panfletos podem.”
    Mais de 7.900 Novos Testamentos já foram enviados à Coreia do Norte em 2012.
    A Seoul EUA é uma ONG coreano-americana que lança material evangélico desta maneira de 70 a 80 vezes por ano. Mas para os que duvidam da eficácia de seus métodos, eles agora tem provas de que seus balões estão atingindo o alvo.
    O uso de dispositivos de rastreamento GPS acoplados aos balões confirma a localização precisa de vários de seus lançamentos este ano e as imagens fotográficas podem ser acompanhadas em seu site.
    “Há muitos anos sabemos que os lançamentos de nossos balões têm atingido as áreas que planejamos por causa da resposta irada do governo norte-coreano”, disse o Presidente da ONG, o pastor Eric Foley. ”Mas os dispositivos de GPS nos fornecem dados precisos que nos ajudarão a aumentar ainda mais a precisão dos lançamentos futuros.”
    A Coreia do Norte é o pais mais fechado do mundo para o Evangelho, lembra Foley. “Quando o governo sul-coreano tentou acalmar a tensão politica com a Coreia do Norte na década de 1990″, continua Foley, “eles perguntaram aos norte-coreanos, ‘Como podemos deixar vocês felizes?” ”Parem de mandar balões e parem de fazer transmissões cristãs de rádio” foi a resposta.  Embora o governo norte-coreano tente de tudo para impedir as transmissões de rádio e os balões, a mensagem de Deus continua chegando pelos céus.
    Estima-se que o regime norte-coreano ainda tenha mais de 70.000 cristãos aprisionados em campos de concentração.Uma pessoa pode ir para a prisão por toda a vida apenas pelo “crime” de possuir uma Bíblia.
    Traduzido e adaptado de Charisma News

    24 agosto 2012

    ESTUDO COMPROVA QUE A FÉ É IMPORTANTE PARA QUE UMA PESSOA "MORRA EM PAZ"



    Pesquisa mostra a importância da oração e do aconselhamento espiritual para doentes terminais
    por Jarbas Aragão
    Estudo comprova que fé é importante para que uma pessoa “morra em paz”

    A qualidade de vida nos últimos dias, meses ou anos de uma pessoa pode ser melhorada quando pacientes de doenças terminais como câncer recebem visitas pastorais além da simples assistência médica. Essa conclusão é de um estudo recente da National Institutes of Health, dos Estados Unidos.
    Alguns dos fatores que ajudam pacientes a “morrer em paz” são orações, meditação e o sentimento de estar livre de preocupações ou de ansiedades. O aconselhamento espiritual, seja por um padre ou pastor auxilia tanto o paciente quanto a família, gerando serenidade para se enfrentar esse quadro irreversível.
    Essa pesquisa entrevistou 396 pacientes com câncer em estado avançado e cujos médicos afirmaram que teriam menos de 6 meses de vida. A idade média era de 59 anos e todos responderam à pesquisa cerca de 4 meses antes de falecerem. As informação foram compartilhadas com o cuidador maispróximo, em geral, o cônjuge. Os cuidadores posteriormente foram entrevistados sobre esse período terminal.
    Os médicos também podem influenciar positivamente e de forma significativa a vida de seus pacientes. O desafio, explicam Zonderman e Michele Evans, que coordenaram a pesquisa, é a capacidade de desenvolver e manter boas relações com seus pacientes.
    A equipe criou um modelo de efeitos aleatórios dos fatores associados à qualidade de vida durante os últimos dias de vida desses pacientes. O modelo indica que há uma variação na qualidade de vida de 20% melhor dos participantes religiosos.
    Claro, existem outros fatores que influenciaram o modo que os pacientes e seus cuidadores classificaram a qualidade de vida nesse período. Entre os mais importantes estava o morrer em casa e não precisar se submeter a tratamentos agressivos para estender a vida. Mas o elemento mais forte é a fé dessa pessoa, além do fato de ela sentir que os médicos e a família as tratavam com respeito. Essa é a conclusão de Holly Prigerson, autora do estudo e diretora do Center for Psychosocial Epidemiology and Outcomes Research, no Instituto do Câncer Dana-Farber, de Boston.
    “O que os resultados sugerem é que a atenção às necessidades psicossociais dos pacientes, suas necessidades espirituais, seu conforto, suas preocupações, a necessidade de não se sentir abandonado pela equipe médica e de reconhecer-se como um ser humano valioso e significativo é a coisa que mais importava para os pacientes e suas famílias… O estudo mostrou que, ao contrário, é a conexão humana que parece ser o mais importante para uma boa qualidade de vida nos cuidados paliativos”, disse Prigerson.
    Quando os oncologistas focam apenas na cura de pacientes, acabam deixando transparecer que perderam as esperanças. O estudo mostra que mesmo quando a cura é impossível, os pacientes querem ver que os médicos se preocupam com eles. “Na verdade, a presença e a disponibilidade do médico é uma das maiores influências na qualidade de vida dos seus pacientes”, explica.
    Alan Zonderman, um dos investigadores-chefe do Instituto Nacional de Envelhecimento dos Estados Unidos, acredita que o estudo é importante pois acrescenta informações concretas sobre o que é realmente importante para os pacientes e as famílias no fim da vida.
    A doutora Michele Evans, pesquisadora-chefe diretor científico do Instituto Nacional do Envelhecimento, conclui que é fundamental que a pessoa prestes a morrer possa discutir seus desejos com a família e os médicos. “É igualmente importante que os pacientes de câncer se assegurem que discutiram seus desejos com a família e com seus médicos”.
    Traduzido de NewsMedical.net

    23 agosto 2012

    VARIAÇÃO DO DNA HUMANO SE APROXIMA DA LINHA TEMPORAL DA BÍBLIA



    Nova pesquisa mostra que a variação genética dos humanos começou há cinco mil anos
    por Leiliane Roberta Lopes
    Variação do DNA humano se aproxima da linha temporal bíblicaVariação do DNA humano se aproxima da linha temporal bíblica

    Um estudo publicado na revista Science pode comprovar a verdade Bíblica do Dilúvio e da diversificação acelerada dos seres humanos depois desse episódio. Isso porque a pesquisa mostra que a variação do genoma humano começou há aproximadamente 5 mil anos atrás.
    Os cientistas já sabiam que cada pessoa é distinta da outra, com exceção dos gêmeos idênticos, mas o que eles quiseram descobrir com essa nova pesquisa era quando essa distinção começou. Para isso foram analisadas as sequenciais do DNA de 15.585 regiões genéticas codificadas de proteínas do genoma humano.
    Esse material genético foi retirado de 1.351 americanos com descendência europeia e 1.088 com descendência africana. Com esses dados em mãos a equipe pode então examinar o percurso da variação genética através do tempo, dando como resultado a seguinte frase: “O limite máximo provável para o crescimento acelerado foi há 5,115 anos atrás”.
    Para quem defende a Terra tem milhões de anos fica a pergunta: Por que com tantos milhões de anos a diversificação genética dos humanos só passou a acontecer nos últimos 5.000 anos?
    Enquanto os defensores da evolução das espécies tentam encontrar uma resposta, a pesquisa aproxima o fato com os relatos sobre a história de Noé que aconteceu há cerca de 4.500 anos, se ajustando ao tempo máximo que os pesquisadores estimam.

    19 agosto 2012

    DEZENAS DE CRISTÃOS SÃO CRUCIFICADOS NO EGITO


    Ação expõe o crescimento do poder da Irmandade Muçulmana e ameaça a Israel



    por Jarbas Aragão
    Dezenas de cristãos são crucificados no EgitoDezenas de cristãos são crucificados no Egito

    A subida ao poder da Irmandade Muçulmana no Egito, após a chamada “Primavera Árabe” tem gerado muita especulação sobre os rumos desse inimigo histórico de Israel. O presidenteMohammed Morsi prometeu tratar igualmente aos membros de todas as religiões.
    Mas órgãos de mídia do Oriente Médio confirmam que durante os recentes ataques, membros da Irmandade Muçulmana “crucificaram os opositores do presidente Morsi em árvores em frente ao palácio presidencial, enquanto outros foram espancados”.
    Raymond Ibrahim, do Projeto de Investigação sobre o Terrorismo, disse que as crucificações são feitas pelo que a mídia árabe chama de “partidários”, “apoiadores” e “seguidores” da Irmandade Muçulmana, mas não necessariamente do governo atual.
    As vítimas são todas as pessoas que, de alguma forma, contraria o novo governo, isso inclui muitos cristãos egípcios, esclarece Ibrahim.  A brutalidade é reservada para os cristãos, mas as crucificações são por causa de doutrina islâmica e são ensinadas pelo Alcorão, garante o especialista. Os detalhes das sobre as crucificações não foram divulgados, nem o número total de pessoas, embora sejam dezenas.
    Clare Lopez, do Centro para Política de Segurança Americana, lembra que, para o Islã, a crucificação é um hadd [punição], estipulada pela Sura 5:33 do Alcorão, e, portanto, uma parte obrigatória da Shariah. “Essa tem sido uma punição tradicional dentro do Islã…  A Irmandade Muçulmana não tem a opção de não incluir a crucificação em seu código legal. É algo obrigatório para se cumprir a sharia. E claro, para chocar também, pode ter certeza”, esclarece Lopez.
    Lopez dá um aviso aos cristãos do Egito, em especial a minoria copta. “Eles devem sair do Egito o mais rápido possível… para os que não conseguirem sair, esperem ver as coisas ficarem semelhantes ao que enfrentarem os judeus na Alemanha nos anos 1930″.
    Pamela Geller , analista de Questões do Oriente Médio e Islamismo, concorda plenamente e também cita o Alcorão. “Os cristãos estão com sérios problemas, porque o Alcorão na Sura 9:29 ordena que os muçulmanos façam uma guerra contra eles e os subjuguem”, lembra.
    A ONG International Christian Concern, liderada no Oriente Médio por Aidan Clay acredita que há uma relação entre esses recentes ataques contra os inimigos do regime e o ataque de extremistas a Israel através da fronteira do Sinai.
    Esse incidente que envolveu guerrilheiros do Hamas resultou na demissão do Ministro da Defesa, o marechal Mohammed Tantawi e de outros líderes militares. A resposta do presidente Morsi incluiu um novo ministro simpatizante da Irmandade Muçulmana.  “É evidente que Morsi está rapidamente se tornando líder absoluto dos exércitos do Egito, o que significa que o controle do país estará nas mãos da Irmandade Muçulmana também”, disse Clay. Isso pode colocar em risco tanto a situação dos cristãos no Egito quanto a paz com Israel.
    Traduzido de WND

    04 agosto 2012

    O SEGREDO DA VITÓRIA


    Sensação das Olimpíadas de Londres diz que “Deus é o segredo do meu sucesso”

    Ginasta americana contrariou especialistas e ficou com duas medalhas de ouro
  • por Jarbas Aragão

    Sensação das Olimpíadas de Londres diz que “Deus é o segredo do meu sucesso”Sensação das Olimpíadas de Londres diz que “Deus é o segredo do meu sucesso”
    Gabrielle “Gabby” Douglas, dos Estados Unidos, entrou para a história ontem. Ela foi a campeã do individual geral da ginástica artística nos Jogos Olímpicos de Londres. Sua pontuação foi 62.262, vencendo as russas Viktoria Komova, medalha de prata e Aliya Mustafina, que terminou com o bronze. A brasileira mais bem colocada foi Bruna Leal, que terminou na 36ª colocação.
    Com apenas 16 anos, Gabrielle, que ganhou o apelido de “esquilo voador”, não era a favorita. A maioria esperava que o primeiro lugar ficasse com Jordyn Wieber, que foi ouro no concurso no Mundial de ginástica artística de Tóquio, em 2011. Mas Gabby tornou-se uma espécie de “sensação” dos Jogosnesta quinta-feira por ser a primeira ginasta negra a vencer o título individual olímpico. Ela já havia ganhado um ouro na prova por equipes no último domingo.
    A quinta ou sexta ginasta na escala hierárquica da equipa norte-americana arrebatou todas as atenções nesta quinta-feira. E o ouro olímpico. Gabrielle Douglas, repetiu o feito agora na prova individual.
    Além de chamar atenção pela vitória considerada “inesperada”, Gabrielle também deu um testemunho de fé. No dia anterior à prova de equipes, postou em sua conta do Twitter o versículo de Josué 1:9.
    “Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”, escreveu ela.
    Após se classificar para as finais, tuitou: Eu creio em Deus. Ele é o segredo do meu sucesso. É ele que dá talento às pessoas.
    Após ganhar a primeira medalha de ouro, comemorou com outro versículo (Mt 6:33)
    “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas”, postou @gabrielledoug.
    Ontem, antes de entrar na final individual, retuitou o conhecido versículo de Hebreus 1:11.
    Depois de subir ao pódio pela segunda vez, escreveu mais uma mensagem de fé na rede social; “Obrigado a todos! Estou MUITO grata por que Deus realmente me abençoou! Lembrem-se de SEMPRE dar glórias a Ele, pois Ele é DEMAIS! <3 p="p">
    Assista (em inglês):
    Com informações Urban Christian News

    25 julho 2012

    CRISTÃOS NA SÍRIA TEMEM PELO SEU FUTURO E PEDEM ORAÇÕES



    Queda de Bashar al-Assad pode significar fim da liberdade religiosa no país árabe

    por Jussara Teixeira
    Cristãos na Síria temem pelo seu futuro e pedem orações
    Os cristãos da Síria temem que com a possível queda de Bashar al-Assad e a tomada de poder por um governo provavelmente islâmico eles sejam privados da liberdade de culto no país árabe.
    Os cristãos locais têm um grau de liberdade religiosa que não é encontrado na maioria dos demais países do Oriente Médio, antes e depois da Primavera Árabe, segundo o Charisma News. 90% da população da Síria é de muçulmanos.
    A derrota de Assad e os militares seria uma boa notícia para a maioria, mas a comunidade cristã, que soma 1,5 milhão de pessoas, teme por seu futuro.
    Segundo a Reuters, os rebeldes opositores do governo vigente incluem o Exérito de Libertação Sírio, os jihadistas da al-Qaeda, a Irmandade Muçulmana e os sunitas liberais pró-democracia.
    Segundo as Nações Unidas, as estimativas apontam para 10 mil mortes desde que a Guerra civil começou em março de 2011. Outros informes chegam a números de 17 mil pessoas, sendo que foram abatidos 1.261 só na semana passada.
    “Se Assad cair, os cristãos estão temerosos sobre o que irá acontecer quando um novo governo, que provavelmente será radical islâmico, irá fazer no poder”, diz o CEO da Portas Abertas, Carl Moeller.
    Entre as várias perguntas dos cristãos, ele cita algumas: “a liberdade de culto irá terminar? A perseguição irá aumentar? Os cristãos terão de fugir da Síria e com suas famílias como fizeram milhares no Iraque?”
    Ele revela que milhares já deixaram a Síria e foram forçados a deixar cidades como Homs e procurar ajuda e abrigo nas igrejas cristãs da área. “Cristãos que deram suporte a Assad podem vir a sofrer represálias dos rebeldes. Por isso eles temem sobre seu futuro”, revela.
    O Portas Abertas, que trabalha em parceria com líderes de igrejas em áreas de intensa perseguição ao redor do mundo, tem atendido a pedidos por ajuda de emergência a cristãos sírios em deslocamento. Além da ajuda com alimentos e medicamentos, a agência missionária tem fornecido treinamento, aconselhamento bíblico, e discipulado entre a população”, diz um voluntário da agência missionária.
    Moeller pede que os crentes ao redor do mundo intercedam pelos cristãos na Síria.
    “Orem para que se os rebeldes chegarem ao poder não haja retaliação contra os cristãos, forçando um êxodo em massa de crentes da Síria”, diz.
    Ele também pede um clamor pelo fim da violência e do caos e pela liberdade religiosa entre as minorias, além da capacitação para que os cristãos continuem a falar de Cristo aos muçulmanos, que também, no final das contas, sofrem com a escalada da violência.